SITE EM MANUTENÇÃO!

23 10 2008

Caro usuário,

O SITE ESTA EM MANUTENÇÃO, AGRADECEMOS SUA ATENÇÃO E VISITA, CASO TENHA ALGUMA IDÉIA, ALGUMA CRÍTICA CONSTRUTIVA OU NÃO,VOCÊ PODE NOS AJUDAR A TORNAR O SITE MELHOR.

contato: inrecife@gmail.com

             

OBRIGADO !

ATENCIOSAMENTE,

inREC.





I Salão Nordeste – Congresso de Dança

2 08 2008

 

Workshops, debates e bailes no I Salão Nordeste – Congresso de Dança
O encontro aporta no Recife entre os dias 31 de julho e 3 de agosto

Quatro dias de muita informação. Esse é um dos objetivos do I Salão Nordeste – Congresso de Dança, primeiro evento do gênero que chega ao Recife. Debates, workshops e bailes de dança movimentam a sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) e no Recife Praia Hotel entre os dias 31 de julho e 3 de agosto. Atrações nacionais e internacionais debatem as novidades na abordagem dos ritmos como: bolero, forró, lambada/zouk, salsa, samba de gafieira, soltinho e tango. O encontro é voltado para dançarinos, tantos os de nível profissional quanto os iniciantes. O evento é uma realização da Casa de Dança Everaldo Lins, In Loco Produtos Culturais e Lúmina Produções.

Para promover o intercâmbio entre a classe artística e até mesmo os curiosos, o I Salão Nordeste – Congresso de Dança terá entre os palestrantes a coordenadora do único curso de graduação de dança no Brasil, Rita de Cássia Jordão e o comentarista do canal esportivo ESPN e co-fundador da Conexión Caribe (primeira companhia de dança especializada em salsa e ritmos do Caribe no Brasil) Douglas Mohmari. Marcam também presença os argentinos Diego Smud, Ezequiel Merlo e Laura Santiago.

De acordo com uma das organizadoras Sulema Tavares, Recife recebe um evento de grande importância para a classe profissional e amantes da dança de salão. “Os brasileiros precisam abrir a mente e ver que o nordeste também possui grandes dançarinos”, comenta Sulema. Ela ainda acrescenta que trazer o Salão Nordeste para o Estado é uma grande honra e é a melhor maneira de divulgar o potencial dos artistas da região, valorizando as técnicas desses profissionais. E nada mais justo em trazer um evento desse porte para capital pernambucana, reconhecida nacionalmente como pólo artístico, cultural e turístico.

A abertura e o credenciamento para o I Salão Nordeste – Congresso de Dança acontece no dia 31 de julho, a partir das 17h, no Recife Praia Hotel, no bairro do Pina, Zona Sul do Recife. Fazendo jus, ao evento, no primeiro dia os congressistas terão o grande baile de abertura no Cuba do Capibaribe, no Paço Alfândega. Nos dias 1 e 2 de agosto, o congresso segue nos salões da AABB. Já o encerramento, 3 de agosto, será realizado no auditório do Recife Praia Hotel com uma mesa redonda para avaliar os resultados do congresso.

Além dos workshops, o I Salão Nordeste – Congresso de Dança conta com três bailes para apresentação de coreografias e com a etapa regional do campeonato Salsa Open, nos salões da AABB. Orientadores e palestrantes farão performances para demonstrar coreografias e descontrair a todos os congressistas.

SALSA OPEN – Campeonato mais importante do ritmo. Os competidores apresentam altos índices de profissionalismo e credibilidade, consagrando a beleza dos passos, capacidade de dançar sob improvisos e coreografias. O casal de vencedores do Salsa Open Recife se classifica automaticamente para representar o nordeste no campeonato nacional em novembro, no Brasil Salsa Open.

As inscrições para o campeonato Salsa Open – Etapa Recife podem ser feitas com um desconto especial até o próximo dia 15 de julho, por R$ 60,00. Após essa data, os casais interessados poderão efetuar as inscrições até o dia 30 de julho, por R$ 90,00.

PALESTRANTES – Rita de Cássia Jordão de Almeida é a coordenadora do curso superior de Dança de Salão e Coreografia da Universidade Estácio de Sá. Ela falará sobre a atualização das técnicas e profissionalização dos dançarinos, apoiados em curso superior. Vale lembrar que a Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, possui o único curso de graduação de dança no Brasil.

Douglas Mohmari, dançarino, coreógrafo e co-fundador da Conexión Caribe (primeira companhia de dança especializada em salsa e ritmos do Caribe, no Brasil) ministra workshops e shows em mais de 20 países na Europa, América Central e América do Sul. Além disso, Mohmari traz para Recife a sua experiência como diretor e organizador do Congresso Mundial de Salsa no Brasil, professor do curso de especialização em dança da Faculdade Metropolitana de Curitiba, comentarista do canal esportivo ESPN no campeonato mundial de salsa e como juiz do Salsa Open – Brasil.

Para mediar as palestras, uma prata da casa: Demetrius Gonçalves. Professor, coreógrafo e pesquisador em dança, ele atualmente leciona na Atos Escola de Dança e no Colégio Atual de Olinda. Ele escreveu artigos sobre gestão em dança que lhe renderam bolsas em universidades na França e Alemanha.

ORIENTADORES – O argentino Diego Smud ministrou cursos na escola de dança Elizabeth Vinader, na qual seus participantes foram protagonistas do filme Bailando por um sonho. É diretor geral da competição Sulamericana de Salsa. Ele também faz parte do staff organizador do Congresso Mundial de Salsa Brasil e é diretor geral da Competição Sulamericana de Salsa.

Outra grande presença é a dupla argentina Ezequiel Merlo e Laura Santiago. Ele é professor e bailarino, estudou no Ballet Municipal de Goya na Província de Corrientes/Ar, integrou o Ballet Municipal de Danças Argentinas de Rosário, faz parte do Grupo Mariachi Rey e foi destaque como dançarino de tango na obra La vida em azul. Laura é bailarina de formação em dança clássica e estudou por 11 anos na Escola Municipal de Danças e Artes Cênicas Ernesto de Larrechea em Rosário, na Argentina. Como bailarina, ela ganhou o V Campeonato Mundial de Tango, em Rosário. Juntos, eles se apresentam ao redor do mundo demonstrando coreografias e improvisos de tango.

INSCRIÇÕES – As inscrições para o I Salão Nordeste – Congresso de Dança podem ser feitas através do site www.salaonordeste.com.br até o dia 30 de julho, em quatro opções: um dia de congresso com baile incluso por R$ 110,00, um dia de congresso sem baile por R$ 95,00, só bailes (três noites) por R$ 40,00 e pacote individual completo por R$ 210,00 (todas as oficinas, bailes, palestra e mesa redonda). No dia 31 de julho, as inscrições para o pacote completo poderão ser efetuadas por R$ 230,00, no local do credenciamento.

Para efetivar a inscrição, o interessado deve fazer um depósito identificado ou transferência bancária para a conta corrente de nº 0026843-7, de agência nº 1230-0 do Banco Bradesco, em benefício de Everaldo Pereira Lins. O comprovante deve ser enviado para o email contato@salaonordeste.com.br ou via fax para (81) 3445.3172.

PROGRAMAÇÃO –

31.07.2008 (quinta-feira)
Local: Recife Praia Hotel
12h às 20h: Credenciamento
17h às 21h: Palestras, debates e mesa redonda

Local: Cuba do Capibaribe
21h Baile com Dj Everaldo Lins.

01.08.2008 (sexta-feira)
Local: Salão da AABB
13h às 19h: Aulas.
21h: Baile com a Orquestra Maximus/PE e os DJs Evandro Gonçalves e Everaldo Lins.
Eliminatória do Salsa Open – Etapa Recife.

02.08.2008 (sábado)
Local: Salão da AABB
13h às 19h: Aulas.
21h: Baile com Banda ( a definir) e os DJs Israel Szerman e Everaldo Lins.
Final do Salsa Open – Etapa Recife.

03.08.2008 (domingo)
Local: Recife Praia Hotel
17h às 19h: Avaliação do I Salão Nordeste – Congresso de Dança

SERVIÇO:

I Salão Nordeste – Congresso de Dança
www.salaonordeste.com.br
Quando: 31/07/08 a 03/08/08
Onde: AABB (Av. Dr. Malaquias, 204 – Aflitos),  Recife Praia Hotel (Av. Boa Viagem, 09 – Pina) e Cuba do Capibaribe (Localizado no Paço Alfândega: Rua Cais da Alfândega, 35 – Recife Antigo).
Quanto: R$ 210,00 (até o dia 30 de julho) e R$ 230,00 (no dia 31 de julho)
Informações: (81) 3077.3552 / Fax: (81) 3445.3172
contato@salaonordeste.com.br





Mostra Internacional de Músicad e Olinda – MiMo 2008

2 08 2008

Pela quinta vez consecutiva, a MIMO – Mostra Internacional de Música em Olinda promove a confluência da mais apurada música instrumental popular e erudita com a arte barroca das igrejas de Olinda. Esta cidade pernambucana, considerada uma das maravilhas arquitetônicas do mundo, é palco do evento entre os dias 1º e 7 de setembro de 2008, oferecendo cerca de 90 atividades gratuitas e abertas ao público.

 

Um dos momentos mais aguardados do festival são os concertos, realizados na acústica perfeita dos templos religiosos, que confere aos sentidos de quem interpreta e de quem admira uma sonoridade mágica, profunda e única. Todo o roteiro de apresentações é pontuado pela indelével qualidade e diversidade das atrações, que transitam livremente de formações camerísticas a orquestrais, e do repertório clássico à produção brasileira contemporânea.

 

Ao oferecer também uma programação intensa de filmes, palestras e ações educativas, a MIMO se firma como uma nova maneira de vivenciar a música, aproximando espectadores e instrumentistas da arte e da identidade cultural brasileiras. Você é o convidado especial deste evento, que faz o uso consciente do patrimônio histórico do nosso país e abre janelas para a apreciação crítica e construção fértil desta musa apaixonante chamada música.

 

 

Aguarde Nobvas notícias.

 

confira o site da mostra

http://www.mimo.art.br/2008/index.php?pag=mimo_2008





Dica das férias: 21° Inverno Cultural da UFSJ – MG

11 07 2008

Evento realizado pela UFSJ, promove o seu 21° inverno cultural, evento que abriga a multiculturalidade abrigando, música, teatro, dança, oficinas culturais etc . . .

vale a pena conferir a programação:

Instituição: Universidade Federal de São João del-Rei
URL: http://www.invernocultural.ufsj.edu.br

O Inverno Cultural é um programa de extensão que a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) realiza, sem interrupções, desde 1988, por meio de oficinas, exposições, shows e seminários nas mais variadas linguagens da cultura e da arte.

CÉSAR TROPIAO evento tem sido sinônimo de revitalização, promoção e incentivo às variadas formas de manifestações artístico-culturais, tornando-se, desde os primeiros anos, referência para o campo da cultura em geral. Mantendo seu formato original, o Inverno Cultural adquiriu, a partir de sua 18a edição, nova dimensão: realização de atividades em municípios da Trilha dos Inconfidentes da Estrada Real e visibilidade em âmbito nacional, tanto em mídia impressa quanto audiovisual. Desde então, o Inverno Cultural da UFSJ se destaca como o maior evento de arte e cultura da região.

A partir de 2005 o Inverno Cultural passou a homenagear personalidades, obras e instituições que tenham contribuído significativamente para nossa cultura. Dos tributos a Otto Lara Resende, à homenagem ao meio século da obra Grande sertão: veredas, em 2006, seguiu-se, em 2007, o tributo a São João del-Rei, Capital Brasileira da Cultura, título que lhe foi outorgado pela ONG Capital Brasileira da Cultura com a certificação do Ministério da Cultura, do Ministério do Turismo e da Unesco. Sendo assim, as forças da cultura são-joanense, com destaque na arquitetura, na literatura, na música erudita, no teatro, nas artes plásticas e no patrimônio acumulado em três séculos de existência, inspiraram a programação. Para homenageá-la, promoveu-se uma grande festa de abertura no 200 Inverno Cultural: o evento Janelas Abertas: arte e memória. O palco escolhido para essa festa foi toda a extensão da Rua Getúlio Vargas, antiga Rua Direita, o eixo principal do centro histórico, no qual se concentra e se expressa a riqueza e diversidade da arquitetura de São João del-Rei, e pela qual também passam as tradições mais caras à cidade, como as manifestações religiosas e profanas.

O ponto alto da abertura foi a participação dos moradores, que enfeitaram suas casas e estabelecimentos, e abriram suas janelas para a apresentação de atores, músicos, sambistas, congadeiros, performers e projeções visuais, oferecendo ao público uma grande exposição a céu aberto de cultura, história e arte, além de um espetáculo de luz e som que envolveu o núcleo histórico de São João del-Rei, numa demonstração de amor à cidade que emocionou o público.

Outra novidade do 20º Inverno Cultural foi a tenda, montada especialmente para o período do evento, localizada no centro histórico da cidade (sobre o Córrego do Lenheiro, entre a Ponte da Cadeia e a Ponte do Teatro Municipal), com 900m², para um público de aproximadamente 800 pessoas, que possibilitou maior acesso a apresentações musicais e teatrais além de ser um espaço de convivência.

À ênfase na tradição e na erudição implementadas na edição de 2007, se seguirá uma homenagem à cultura popular brasileira em 2008. O tema do 21o Inverno Cultural já está escolhido: Clara Nunes – tributo a um Brasil mestiço. O samba é também marca cultural de São João del-Rei, cidade que tem um elenco de sambistas consagrados e um carnaval reconhecido como dos melhores de Minas. Clara Nunes é a mineiríssima de Caetanópolis, voz dos mestiços que civilizaram o Brasil.

Ao homenagear Clara Nunes, queremos prestar um tributo à cultura brasileira e sua vitalidade, criatividade e infinita capacidade de renovação. Exatamente o que buscamos promover ao investir num festival de arte e cultura cuja maior recompensa é a constante formação e renovação de pessoas, grupos artísticos e agentes culturais. Garantindo e ampliando o acesso à educação e cultura por meio da promoção de dezenas de oficinas, eventos e encontros com o que há de mais representativo no cenário cultural do país, o Inverno Cultural se afirma como espaço multiplicador no qual surgem, a cada ano, iniciativas culturais e educacionais que ganham existência própria e passam a ter atuação decisiva na cena cultural da região. Assim, podemos nos orgulhar de contar, a cada nova edição do Inverno Cultural, com a participação de agentes e grupos que resultaram de oficinas de edições anteriores do nosso festival.

A promoção de evento de tal magnitude só tem sido possível graças às alianças estabelecidas entre instituições e empresas locais, regionais e nacionais que compreendem a importância do investimento no campo cultural. Dessa forma, as ações de parceria têm se expandido de modo cada vez mais profissional e organizado. Exemplo de ação integradora foi a realização de atividades em parceria com 21 municípios dos circuitos Trilhas dos Inconfidentes e Villas e Fazendas de Minas e, ainda, o Roteiro Gastronômico e Cultural, em parceria com a Associação Comercial e Industrial de São João del-Rei.

Ao organizar o 21o Inverno Cultural, a UFSJ cumpre, novamente, sua função de universidade pública em sintonia com a região histórica e cultural na qual se encontra inserida.

Prof. Ivan de Andrade Vellasco
Coordenador Geral Adjunto do Inverno Cultural

Prof. Alberto Ferreira da Rocha Junior
Pró-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários
Coordenador do 20º Inverno Cultural

Prof. Helvécio Luiz Reis
Reitor

Algumas atrações

Maria rita

programação completa Continue lendo »





Carta aberta aos navegantes

3 07 2008


OLá pessoal,

Gostaria de agradecer a todos vocês que acessam o portal InRecife, superamos a marca de mais de

40.000 Mil acessos em tão pouco tempo de existência.

O principal objetivo InRecife é divulgar não só o que esta acontecendo nas cidade do Recife propriamente dito, mais também toda a cultura Pernambucana.

Para facilitar o nosso contato criamos uma forma de enviar as notícias do nosso portal para o seu e-mail isso só é possível com o seu cadastro.

gostarímos de que emitesse comentários, críticas do que deve conter, do que existe de ruim, isso para melhorar mos cada vez mais o Inrecife.

A partir de agora o espaço para os artistas ( músicos, artistas visuis em geral, literários etc . .qualquer tipo de manisfestaçaõ cultural) locais esta totalmente aberto, basta entrar em contato

valeu pessoal de Todo o Brasil e do exterior!

Admnistração Inrecife

www.inrecife.wordpress.com

↑ Grab this Headline Animator





Feira Nacional de Artesanato – Fenearte

3 07 2008

Foto: Juliana Leitão/DP/D.A Press

Homenageando o artesão, a Feira Nacional de Negócios do Artesanato, a Fenearte, chega a sua nona edição mais robusta do que nunca. A partir desta sexta-feira (04) são esperados mais de 220 mil visitantes nos 770 estandes montados até o próximo dia 13 de julho no Centro de Convenções (Cecon). Ao todo, são 3.200 expositores, 700 a mais do que no ano passado, vindos de todos os estados brasileiros e de 20 países. A expectativa da AD Diper, uma das organizadoras do evento, é de que a feira movimente negócios no valor de R$ 20 milhões, cerca de 10% a mais que 2007.

A homenagem aos artesãos estará logo na entrada do Centro de Convenções: a Praça dos Mestres vai expor os trabalhos de 37 artistas pernambucanos. As obras expostas foram escolhidas pela arquiteta Janete Costa, que há 50 anos se dedica à arte popular.

Entre os participantes estrangeiros, o destaque é Dubai, um dos sete principados dos Emirados Árabes Unidos, que vem pela primeira vez para a Fenearte. Além de Dubai, participam da feira Alemanha, Bolívia, Cuba, Egito, Índia, Indonésia, Japão, Quênia, Líbano, Paquistão, Peru, Portugal, Senegal, Síria, Tailândia, Tanzânia, Tunísia, Turquia e Uganda. A região da Caxemira, disputada pela Índia e pelo Paquistão, também terá um estande na feira.

Dedicado à valorização da cultura indígena, o espaço Oca foi expandido neste ano e conta agora com uma área de 220m² na parte externa do Centro de Convenções, ao lado da entrada principal. No local, o público vai poder conhecer o artesanato de sete etnias indígenas: Truka (Cabrobó), Fulni-ô (Águas Belas), Xukuru (Pesqueira), Pankararu (Tacaratu e Petrolândia), Atikum (Carnaubeira da Penha), Kambiwá (Ibimirim, Inajá, Floresta e Garanhuns) e Potiguara (Paraiba).

Para garantir o conforto dos visitantes – que em anos anteriores tinham que andar todas as ruas da exposição para chegar até a praça de alimentação – foi montada uma estrutura de 2 mil m² na área externa do Cecon com restaurantes e barraquinhas de comida. Outra novidade é o uso de rampas e corredores mais largos para facilitar a acessibilidade de cadeirantes. A Fenearte também vai disponibilizar mapas da feira em braile para deficientes visuais e cadeiras de rodas produzidas pelos reeducados do Presídio de Igarassu.

Moda – Unindo moda com artesanato, o espaço Passarela Fenearte vai abrigar dezoito desfiles de coleções que usam trabalhos feitos à mão, criadas por 12 estilistas pernambucanos e alunos de todos os cursos de estilismo do estado. Criações de estudantes das faculdades Boa Viagem – FBV, Faculdade Maurício de Nassau, Faculdade de Desenvolvimento e Integração Regional – FADIRE, Curso Técnico de Moda – SENAC, Faculdade SENAC e SENAI Agreste participam dos desfiles.

Serviço
Data: de 04 a 13 de julho
Local: Centro de Convenções de Pernambuco
Horário de funcionamento: das 14h às 22 horas (nos dias 11, 12 e 13, a FENEARTE funcionará das 10h às 22h)
Valores dos Ingressos: R$ 4 (inteira) R$ 2 (estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos)
Venda de Ingressos: Shopping Tacaruna, Hiper Bompreço Casa Forte, Hiper Bompreço Boa Viagem, Hiper Bompreço Olinda. No local, durante os dias do evento.
Serviço de vans gratuitas a cada 15 min. no Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções (das 14h às 22h)

PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA E CULTURAL

04/07
Praça Marinês e Sua Gente

14:00 – Orquestra Henrique Dias com Bonecos Gigantes (itinerantes)
16:00 – Madeira do Rosarinho (Itinerantes)
17:00 – Arlindo dos 8 Baixos
18:00 – Orquestra Criança Cidadã Meninos do Coque
19:30 – Conservatório de Música – Sagrama
21:00 – Maciel Melo
Mezanino Largo do Bigode
17:00 – Mamulengos – O bumba meu boi do capitão (infantil)
18:00 – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

05/07
Praça Marinês e Sua Gente

16:00 – Afoxé Alafin Oyó (Itinerantes)
18:00 – Bia Marinho
19:30 – Orquestra Contemporânea de Olinda
21:00 – Sanfonéia
Mezanino Largo do Bigode
17:00 – Mamulengos – Era uma vez (infantil)
18:00 – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

06/07
Praça Marinês e Sua Gente

16:00 – Bloco Flor do Eucalipto (Itinerantes)
18:00 – Orquestra 100% Mulher
19:30 – Josildo Sá
21:00 – Irah Caldeira
Mezanino Largo do Bigode
17:00 – Mamulengos – Rapunzel a brasileira (infantil)
18:00 – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

07/07
Praça Marinês e Sua Gente

16:00 – Ciranda Dengosa (Itinerantes)
18:00 – Toré
19:30 – Fim de Feira
21:00 – Rogério Rangel
Mezanino Largo do Bigode
17:00 – Mamulengos – SOS Ecologia (infantil)
18:00 – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

08/07
Praça Marinês e Sua Gente

16:00 – Aurinha do Côco (Itinerantes)
18:00 – Reisado Imperial
19:30 – Jorge Neto
21:00 – Maripueira
Mezanino Largo do Bigode
17:00 – Mamulengos – Polichinelo e seus convidados (infantil)
18:00 – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

09/07
Praça Marinês e Sua Gente

16:00 – Maracatu Estrela de Ouro (Itinerantes)
18:00 – Maracatu Meninos de Ouro / Caboclinhos da Fundac
19:30 – João do Pife
21:00 – Jorge de Altinho
Mezanino Largo do Bigode
17:00 – Mamulengos – Torturas de um Coração (texto de Ariano Suassuna)
18:00 – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

10/07
Praça Marinês e Sua Gente

16:00 – Trio Pé de Serra – Mandacaru (Itinerantes)
18:00 – Banda CERVAC – Força Especial
19:30 – Roberto Lins
21:00 – Nádia Maia
Mezanino Largo do Bigode
17h00min – Molengos – – Folclore: será que é história? (Infantil)
18h00min – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

11/07
Praça Marinês e Sua Gente

16:00 – Cavalo Marinho Boi Matuto de Olinda com Pedro Salustiano (Itinerantes)
18:00 – Raízes de Arcoverde
19:30 – Lia de Itamaracá
21:00 – Cristina Amaral
Mezanino Largo do Bigode
17:00 – Mamulengos – O amigo da onça (Infantil)
18:00 – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

12/07
Praça Marinês e Sua Gente

16:00 – Serenata Luar de Olinda (Itinerantes)
18:00 – Marzuca de Agrestina
19:30 – Mestre Salustiano
21:00 – Território Nordestino
Mezanino Largo do Bigode
17:00 – Mamulengos – Cartola Encantada (Infantil)
18:00 – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

13/07
Praça Marinês e Sua Gente

16:00 – Papangu de Bezerros (Itinerantes)
18:00 – Em Canto e Poesia
19:30 – Jorge Silva do Recife
21:00 – Petrúcio Amorim
Mezanino Largo do Bigode
17:00 – Mamulengos – Histórias do Babau (Infantil)
18:00 – Oficina de circo e apresentações (até as 20h)

PROGRAMAÇÃO PASSARELA FENEARTE – DESFILES
Local: Mezanino Largo do Bigode

05/07
16:00 – Faculdade Boa Viagem – FBV
18:30 – Essa Menina
20:30 – Refazenda

06/07
16:00 – Faculdade Maurício de Nassau
18:30 – Cyntya Verçosa
20:30 – Celinha do Cariri

08/07
16:00 – Faculdade SENAC Pernambuco
18:30 – Juju Santos
20:30 – Madame Surtô

10/07
16:00 – Curso Técnico de Moda – SENAC/PE
18:30 – Alysson Santos
20:30 – Jéssica Tavares

11/07
16:00 – Faculdade de Desenvolvimento e Integração Regional – FADIRE
18:30 – Escola Mangue
20:30 – Máki

12/07
16:00 – SENAI Agreste
18:30 – Alinhada
20:30 – Período Fértil